Littlepod

A história da LittlePod começa à vários anos quando a sua fundadora organizou uma festa temática de baunilha na sua comunidade no Reino Unido convidando uma amiga dos Estados Unidos especialista na indústria que atravessou o Atlântico para poder contar às pessoas de Farringdon, Inglaterra as maravilhosas histórias do cultivo desta especiaria exótica.

Ver todos os Produtos

Vagens de primeira qualidade de baunilha de Madagáscar

A história da LittlePod começa à vários anos quando a sua fundadora organizou uma festa temática de baunilha na sua comunidade no Reino Unido convidando uma amiga dos Estados Unidos especialista na indústria que atravessou o Atlântico para poder contar às pessoas de Farringdon, Inglaterra as maravilhosas histórias do cultivo desta especiaria exótica.

A conversa deixou Janet maravilhada, mas ao mesmo tempo triste por aqueles que plantavam a baunilha e decidiu criar uma empresa que visa melhorar o nível de vida de quem a produz na origem.

A baunilha pura é uma vagem cultivada a partir de uma orquídea que cresce a 23 graus de amplitude de qualquer dos lados da linha do equador. Acredita-se que tenha originado em Papantla, perto de Vera Cruz no México sendo que esta é conhecida como “a cidade que perfuma o mundo”. A baunilha foi primeiramente levada para a Europa em 1520 por exploradores espanhóis.

A Rainha Elizabeth 1ª conheceu este sabor exótico pelo seu boticário pessoal e apercebeu-se de que era tão irresistível que de uma maneira subsequente ordenou que baunilha pura fosse utilizada em todas as suas refeições.

Na natureza, a orquídea de baunilha é polinizada pelos animais nativos como abelhas e colibris. Em qualquer outro lado, os agricultores têm de realizar este meticuloso processo de polinização à mão utilizando um processo inventado por um escravo de nome Edmond Albius em 1841 que atualmente ainda demonstra ser o mais eficaz. Recorrentemente referida como “ouro negro” o período entre a plantação e o consumo da baunilha ronda os 4 anos e meio, sendo que as plantas podem crescer até uns impressionantes 22 metros!

A baunilha é o sabor preferido do mundo, mas no Ocidente tornou-se sinónimo de simplicidade. Isto porque 97% da indústria alimentar usa essência de baunilha, um substituto artificial barato que é quimicamente sintetizado e contém apenas um composto de sabor. A baunilha pura, por outro lado, está longe de ser comum. Contém mais de 250 compostos de bem-estar e é uma das culturas com maior intensidade de mão de obra no mundo. Como resultado desta tanta procura pelo artificial, os produtores de baunilha em Madagáscar estão a destruir arvores para cultivar óleo de palma, que tem uma procura muito maior.

 

Partilhar esta página

Subscreva a nossa newsletter

Receba todas as novidades e notícias do seu mundo de sabores de sempre!